Direção

Lucio Barreto de Almeida

Lúcio Barreto é professor de alemão há 10 anos e professor de música no conservatório desde 2015. Fundador do Instituto Spix e Martius em 2016, é o idealizador do projeto expedição musical que já promoveu o intercâmbio de mais de 60 músicos entre Brasil e Alemanha. É graduado em educação musical pela UFSJ tendo como objeto de pesquisa os instrumentos coletados pela expedição de Spix e Martius no Brasil entre 1817 e 1820. Lúcio é contrabaixista, violoncelista, integrante da orquestra Ribeiro Bastos e viveu durante 2 anos na Alemanha participando como tenor em diversos corais na cidade de colônia e região. A visão que possui para o Instituto é, através do festival Expedição Musical, tornar São João del-Rei uma referência em intercâmbios culturais, acadêmicos e residências artísticas no cenário internacional, principalmente na Alemanha.

Pedro Lago

Pedro Lago, poeta, palhaço, musico, gestor cultural, fundador da incubadora de projetos Forno Harmônico, diretor de planejamento e gestão do ISM e produtor da MUSIK-Expedition desdd 2016. Graduando em comunicação social / jornalismo na UFSJ (7o. periodo), ja passou pelas graduações em Letras (UFSJ/2006) e Educação Musical (UEMG/2009). Possui especialização em gestão do tempo com o método TEvEP (2014) e integrou a primeira turma da Formação em Fluxomomia 4D (2016).

Maria Cecília Beraldo

Maria Cecília Beraldo é estudante de Engenharia de Produção na UFSJ desde 2015, foi integrante da empresa júnior multidisciplinar Agrobio entre 2015 e 2016, estuda violoncelo no conservatório Estadual de música Padre José Maria Xavier e aprende Alemão no Instituto Spix e Martius desde 2016. Maria é responsável pela diretoria de gestão da qualidade e busca a melhoria contínua do projeto aplicando os conhecimentos da sua graduação ao contexto da gestão e produção cultural.

Coordenação

Modesto Fonseca

Regente da Orquestra do festival

Nascido na cidade mineira de Ponte Nova graduado em música, Bacharelado em Regência, pela Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, mestre e doutor em musicologia histórica pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO.

É Professor Adjunto do Departamento de Música da Universidade Federal de São João del-Rei desde 2010, onde leciona, entre outras, as disciplinas Prática de Orquestra e Canto Coral. Foi Regente Adjunto da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo de 1993 a 2010, é Regente Titular da Orquestra de Câmara de Viçosa – MG desde 1994 e é o atual Diretor-Regente da Orquestra Lira Sanjoanense.

Como regente visitante esteve à frente de diferentes orquestras e corais em Minas Gerais, Espírito Santo, Paraíba e Rio de Janeiro.

Adilson Candido dos Santos

Natural de São João del-Rei (MG). Cursou Canto Lírico na UNI-RIO (RJ), sob a orientação da professora Eliane Sampaio. No Coro do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, atuou em “Aida” e, como integrante do coro do grupo “Ópera Brasil”, dirigido por Fernando Bicudo, participou das óperas “Um Baile de Máscaras”, “Sansão e Dalila”, “Manon Lescaut” e “Carmen”. Tem atuado como solista em oratórios, recitais e óperas como, por exemplo, “Requiem 1816”, “O Messias”, “Lo Schiavo” e “Bastien und Bastienne. Concluiu o Bacharelado em Canto Lírico pelo Conservatório Brasileiro de Música (CBM), do Rio de Janeiro e a Licenciatura em Música - Habilitação em Canto pela Universidade Vale do Rio Verde (UNINCOR), de Três Corações (MG). Atualmente é professor de Canto e regente do Coro de Câmara do CEM, no Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier (MG), atuando principalmente nos seguintes temas: canto, regência coral e montagem de ópera. Possui também o grau de Mestre em Musicologia Histórica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO). Tendo como Linha de Pesquisa a Documentação e História da Música, desenvolveu pesquisa inédita sobre as composições de "Solo ao Pregador", sob a orientação do professor Doutor Carlos Alberto Figueiredo. Desenvolve também trabalho voluntário de apoio na tradicional Orquestra Lira Sanjoanense (fundada em 1776), de São João del-Rei.

Colaboração

GIA Gianasi, 28 anos graduada em teatro, apaixonada por fotografia carrega em seu currículo alguns ensaios e peças de teatro fotografados desde 2013. Como videomaker teve seu primeiro curta digital exibido na Mostra de cinema de Tiradentes em 2015. Em 2018 inaugura e batiza a Agência Casa Versa, que concentra e formula soluções em publicidade social digital.

Thais Andressa, 24 anos, está finalizando o curso de Jornalismo pela UFSJ. Natural de São João del Rei, sonhadora e luta pelos seus ideais!Tem interesse pelas áreas de audiovisual, design e fotografia. Obteve destaque em concursos nacionais e realizou exposições fotográficas em São João del-Rei, Tiradentes e Ouro Preto. Possui curso de aprimorando em Produção Cultural pelo Senac São João del-Rei. Ama o universo artístico e cultural, ao qual quer dedicar sua carreira! Atualmente seu trabalho é focado em Street Photography, mas está em busca de novas experiências. 


Janaína Carvalho Cardoso tem 26 anos. Formada em Geografia pela UFSJ. Apaixonada por São João del Rei, sente feliz ao dizer que São João del Rei é cidade dos sinos e das sinas e que cada rua da cidade é uma artéria do seu coração. Respira música por todos os poros. Já se aventurou pela produção cultural onde não foi nem um pouco rentável financeiramente, mas satisfação garantida. Atualmente da aulas de geografia,  com imenso desejo de sair com um motorhome com sua companheira pelo mundo
Mariana Carvalho - Geógrafa, futura jornalista, mente inquieta, curiosa e leitora assídua nas horas vagas. Acredita no melhor das pessoas e pretende um dia largar tudo para desbravar o mundo com uma mochila nas costas.

Isabelle Capanema Maciel - ou Belle - 22 anos, de Sete Lagoas, MG, é estudante de Arquitetura e Urbanismo na UFSJ. Desenha desde criança, aperfeiçoando ainda mais o seu traço na graduação através das aulas que estimulavam os alunos a praticarem desenhos de observação nas ruas históricas de São João del-Rei. Domina técnicas como o grafite e, principalmente, o croqui utilizando a caneta nanquim, perpassando desde igrejas históricas até espécies botânicas. Vê no desenho à mão a forma mais primitiva e clara de expressão e de sensibilidade. Para ela, “desenhar acalma”.


Maria Beatriz Lobato tem 18 anos, nasceu em São João del-Rei e cursa Conservação e Restauração na UFMG. Já tocou piano, trompete e viola clássica.Sua paixão pela Música e interesse pela Fotografia a trouxeram ao Musik Expedition 2019.

Maria Eduarda tem 18 anos e é estudante de Comunicação Social - Jornalismo. Participa atualmente do programa de extensão Por Outro Olhar da UFSJ. Mineira e aquariana. Adora expressar sentimentos pelas palavras ao mesmo tempo que tem grandes problemas em se descrever em poucos caracteres. Está sempre pronta para aprender coisas novas. É apaixonada por música e adora criar playlists para todas as ocasiões.


Lara tem 19 anos, natural de São João del-Rei e viveu por aqui sua vida toda. Atualmente está cursando Comunicação Social - Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei, participa do UaiSoccer, do Por Outro Olhar e já participou da VAN. E continua procurando novos projetos para se aventurar e explorar. Adora cheddar, unhas coloridas, criar e vive fazendo mil coisas ao mesmo tempo.


Rafaella tem 19 anos, virginiana e é graduanda em Comunicação Social - Jornalismo pela UFSJ. A música faz parte de todos os momentos de  sua vida, desde o despertar até os momentos mais sérios, como o de estudo. Ama conhecer coisas novas e, na maioria das vezes, tem reações bem expressivas quando gosta de algo. Acredita muito na Lei da Atração e acha que o Universo é seu principal guia nessa jornada da vida.


Rafael Medeiros Nascimento Silva 37, aluno do terceiro período de Comunicação Social/Jornalismo da UFSJ, já participou de variadas atividades no meio artístico, principalmente atuando como guitarrista e violonista. Tem experiência como técnico de som em palco, e gravação em estúdio. Atualmente, sua pesquisa é sobre fotografia e audiovisual, com foco no Teatro e fotografia de natureza. Também faz parte do coletivo Sinherê, no qual participa atuando e como músico.
Silvana de Carvalho Silva, 27 anos natural de Pouso Alegre no sul das Gerais. Formada em Design de Interiores pelo Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubitschek no ano de 2010. Atualmente está no 8° periodo do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFSJ. Atua na área de projetos de interiores e também é bolsista no programa de extensão da Fazenda do Pombal na cidade de Ritapolis, MG. Pretende colaborar no Musik na produção cenográfica, layout  imagem dentre outras áreas do evento.