Colabore com o financiamento coletivo para a realização da Expedição Musical 2019. Clique aqui e acesse a nossa vaquinha virtual!

Adriana Abid Mundim

Adriana Abid Mundim é mestre em Performance Musical pela UFMG, possui Bacharelado em Música - Habilitação em Piano pela UNESP e graduação em Licenciatura Plena em Música pela UNINCOR. Possui curso Técnico com Habilitação em Instrumento Piano pelo Conservatório Musical Santa Cecília (Três Lagoas/MS). É Professora efetiva de piano e pianista acompanhadora no Conservatório Estadual de Música em São João Del Rei e já trabalhou como professora substituta de piano na UFSJ entre 2011 e 2013.

Aires Starling Cangussu

Aires Starling Cangussu iniciou em 2010 seus estudos em violão pela Escola Alternativa em Belo Horizonte e continuou as orientações do instrumento através de um projeto da Prefeitura Municipal de Tiradentes. Hoje estuda violão clássico no Conservatório Estadual de Música PJMX na cidade de São João Del Rei e é aluno do Curso de Música da UFSJ, onde cursa licenciatura em música com habilitação em violão. Já ganhou o 1° lugar no 2° Concurso de Violão Frederico Grassano e participou como convidado do 1° circuito de Violão das Vertentes. Em 2018 começou a dar aulas de violão na Lira Ceciliana (Prados, MG) através de um projeto pedagógico da AssoVio Vertentes, onde também faz parte como membro da diretoria.

Cleiton Ribeiro

Cleiton Ribeiro é graduado pelo curso de Licenciatura em Música com habilitação em Violino pela Universidade Federal de São João del-Rei, técnico em Violino pelo Conservatório Estadual de Música PJMX e violinista do Trio CLAN. Participou dos Festivais de Inverno da UFSJ, Vertentes Musicais, 4° e 5° Semana de Música de Ouro Branco, 6° Festival de Música Antiga em Buenos Aires-Argentina, 24° Festival Internacional de Música Antiga de Juiz de Fora, 2° Festival de Inverno e 3° Festival de Verão no Rio de Janeiro, 2° edição do Musik Expedition e foi bolsista no 48° e 49° Festival Internacional de Música de Campos do Jordão (SP). Já atuou como convidado na Orquestra Ouro Preto (MG), Orquestra Jovem Inhotim (MG) e Orquestra Jovem Tom Jobim (SP).

Ana Julia Chinelato

Ana Júlia Chinelato iniciou sua formação musical aos 6 anos de idade no Conservatório Estadual de Música Haidèe França-Americano, onde concluiu o curso técnico em violoncelo. É bacharel em violoncelo pela UFJF e durante a graduação participou de projetos de performance, biofeedback, música de câmara, música antiga, contemporânea e eletroacústica. Nos últimos anos, participou dos festivais Música nas Montanhas, Música Colonial Brasileira e Música Antiga, Violoncelos de Ouro Branco, Semana de Música de Câmara da Fundação Artística de Belo Horizonte, Cello Zen e do Musik Expedition. Foi integrante da Orquestra Filarmônica de Juiz de Fora por 8 anos e participou de gravações de CDS aprovados pela Lei de Incentivo à Cultura e gravações de trilhas de curta metragem. Atualmente integra o Duo Archi Cellos e o Trio Clan e é graduanda na UFSJ em licenciatura em música com ênfase em violoncelo.

Thaís Santos

Thais Santos iniciou aos 9 anos seus estudos em trompete e violino na Bicentenária Corporação Musical Nossa Senhora das Dores e Orquestra Jovem de Itapecerica, respectivamente. Atualmente é estudante do curso de licenciatura em Música com habilitação em violino pela UFSJ e já participou de 2 edições do Musik Expedition. É integrante de vários grupos musicais como orquestras, bandas e grupos privados. Trabalha como professora de violino e Percepção Musical em Itapecerica, na Orquestra Jovem Dom Sebastião Roque Rabelo Mendes e na Corporação Musical Santa Cecília.

Maria Cecília Beraldo

Maria Cecília Beraldo é estudante de Engenharia de Produção na UFSJ desde 2015, foi integrante da empresa júnior multidisciplinar Agrobio entre 2015 e 2016, estuda violoncelo no conservatório Estadual de música Padre José Maria Xavier e aprende Alemão no Instituto Spix e Martius desde 2016. Maria é responsável pela diretoria de gestão da qualidade e busca a melhoria contínua do projeto aplicando os conhecimentos da sua graduação ao contexto da gestão e produção cultural.

Lucio Barreto de Almeida

Lúcio Barreto é professor de alemão há 10 anos e professor de música no conservatório desde 2015. Fundador do Instituto Spix e Martius em 2016, é o idealizador do projeto expedição musical que já promoveu o intercâmbio de mais de 60 músicos entre Brasil e Alemanha. É graduado em educação musical pela UFSJ tendo como objeto de pesquisa os instrumentos coletados pela expedição de Spix e Martius no Brasil entre 1817 e 1820. Lúcio é contrabaixista, violoncelista, integrante da orquestra Ribeiro Bastos e viveu durante 2 anos na Alemanha participando como tenor em diversos corais na cidade de colônia e região. A visão que possui para o Instituto é, através do festival Expedição Musical, tornar São João del-Rei uma referência em intercâmbios culturais, acadêmicos e residências artísticas no cenário internacional, principalmente na Alemanha.