Colabore com o financiamento coletivo para a realização da Expedição Musical 2019. Clique aqui e acesse a nossa vaquinha virtual!

Adriana Abid Mundim

Natural de Três Lagoas (MS) Adriana Abid Mundim é mestre em Performance Musical pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), possui Bacharelado em Música - Habilitação em Piano pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e graduação em Licenciatura Plena em Música pela Universidade Vale do Rio Verde (UNINCOR). Possui curso Técnico com Habilitação em Instrumento Piano pelo Conservatório Musical Santa Cecília (Três Lagoas/MS). Professora efetiva de piano e pianista colaboradora no Conservatório Estadual de Música em São João Del Rei (MG).

Estudou com os professores Nely de Alencar (RJ), Claudio Richerme (SP), Aída Machado (SP), Margarida Borghoff (MG), entre outros. Participou de vários Festivais de Música tocando em Master Class de Piano com os professores Viviane Taliberti, Paul Rutmann, Max Barros, David Westfall e Flávio Augusto; e Música de Câmara com Maurício Freire.

Trabalhou como professora substituta de piano na Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ) entre 2011 e 2013, e atuou como pianista correpetidora nas oficinas de canto do 20° (2007) e 21° (2008) Inverno Cultural da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) ministradas pelas professoras Veruschka Mainhard e Elenis S. Guimarães, respectivamente; e na edição do 22° (2009), atuou como pianista colaboradora das oficinas de instrumentos.

Aires Starling Cangussu

Natural de Belo Horizonte, reside atualmente em Vitoriano Veloso, distrito da cidade de Prados-MG e iniciou seus estudos em violão pela Escola Alternativa, em Belo Horizonte  com o professor Pedro Pedroza, nos anos de 2010 e 2011. 

Em 2012 continou as orientações do instrumento com o professor Geraldo, através de um projeto da Prefeitura Municipal de Tiradentes. No ano de 2014 mudou-se para Vitorioano Veloso-Prados e iniciou seus estudos de violão clássico com o professor André Oliveira no Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier, na cidade de São João Del Rei, onde se faz presente atualmente.

Atualmente é aluno do Curso de Música da UFSJ - Universidade Federal de São João del Rei – onde cursa licenciatura em música com habilitação em violão, estudando e recebendo orientações na classe do professor Dr. Guilherme Vincens. Foi também orientando do Professor Dr. Marcos Filho da Universidade Federal de São João del Rei no Projeto do Compositor Lorenzo Fernândez, onde digitalizaram e compilaram informações sobre a vida do compositor, bem como sua obra e legado.

Em 2017 ganhou o 1° lugar no 2° Concurso de Violão Frederico Grassano pelo Nível Elementar. Participou como convidado do 1° circuito de Violão das Vertentes em um recital realizado em Prados-MG. Realizou como executante masterclasses com Adailson Araújo, Filipe Marllon, Octávio Deluchi, Paulo Inda, Moacyr Teixeira Neto, Gilson Antunes, Cláudia Garcia.

Em 2018 começou a dar aulas de violão na Lira Ceciliana, na cidade de Prados, através de um projeto pedagógico da  AssoVio Vertentes, onde também faz parte como membro da diretoria.

Cleiton Ribeiro

Natural de São João del Rei(MG), Técnico em Violino pelo Conservatório de Música Padre Jose Maria Xavier e Graduado pelo curso de Licenciatura em Música com habilitação em Violino pela Universidade Federal de São João del-Rei(MG), na classe do Prof. Leonardo Lacerda.


Participou dos Festivais de Inverno promovidos pela Universidade Federal de São João del-Rei nos cursos de Violino e Música de Câmara, Vertentes Musicais, da 4° e 5° Semana de Música de Ouro Branco, 6° Festival de Música Antiga em Buenos Aires-Argentina, 24° Festival Internacional de Música Antiga de Juiz de ForaMG), 2° Festival de Inverno e 3° Festival de Verão, ambos na cidade do Rio de Janeiro, 2° edição do Musik Expedition-festival de música e programa de intercâmbio cultural, acadêmico e residência artística entre Brasil e Alemanha que no Brasil acontece em São João Del-Rei(MG) e bolsista nas duas últimas edições 48° e 49° Festival Internacional de Música de Campos do Jordão (SP).

Já atuou como convidado na Orquestra Ouro Preto (MG), Orquestra Jovem Inhotim (MG) e Orquestra Jovem Tom Jobim (SP). Participou de master class com renomados violinos do Brasil e do mundo, entre eles Carmelo de los Santos (USA), Leonardo Lacerda (BH), Fred Gerling (RS), Ricardo Amado(RJ), Edson Queiroz (BH), Gabriela Queiroz (ES), Paulo Bosísio (RJ),John H. Gilbert(TX), Davi Graton(SP), Elisa Fukuda(SP), Emmanuelle Baldini(SP) e KistenYon (USA).

Atualmente é violinista do Trio CLAN e aluno do professor Tiago Ellwanger (Filarmônica de Minas Gerais e Prof. da Universidade Estadual de Minas Gerais, BH).

Ana Julia Chinelato

Mineira de Juiz de Fora, Ana Júlia Chinelato Carrijo iniciou sua formação musical aos 6 anos de idade no Conservatório Estadual de Música Haidèe França-Americano, onde estudou por 12 anos e concluiu o curso técnico em violoncelo. 

É bacharel em violoncelo pela Universidade Federal de Juiz de Fora e durante a graduação participou de diversos projetos como de performance, biofeedback, música de câmara, música antiga, contemporânea e eletroacústica. Estudou paralelamente à sua graduação, teoria, harmonia, percepção musical, música de câmara, performance e estudo do texto musical com Patrícia Abdalla, Maria Alice Mendonça e André Pires. 

Estudou violoncelo com César Tabet, Marie Bernard, Paulo Rabelo, Isabele Alves, William Neres, Abel Moraes, fez aulas esporádicas com Hugo Pilger, Meryelle Maciente e professores de masterclass e festivais de música que participou como o Festival Música nas Montanhas (2012), Música Colonial Brasileira e Música Antiga (2008, 2012, 2013, 2015, 2017), Vale do Café (2016), Violoncelos de Ouro Branco (2016, 2017), Semana de Música de Câmara da Fundação Artística de Belo Horizonte (2015), Encontro das Cordas UFSJ (2016), Cello Zen (2017) e Musik-Expedition. Foi aluna do Projeto de Extensão da Universidade Federal de São João del Rei e dos festivais Vertentes Musicais e Inverno Cultural UFSJ. 

De 2003 a 2010 foi integrante da Orquestra Filarmônica de Juiz de Fora e participou como bolsista de 8 edições do Festival Internacional de Música Scala (CINVES). 

Participou do Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosisio e de 3 edições do Concurso Música XXI da UFSJ, duo com piano, duo Archi Cellos e Trio Clan.

Participou de gravações de CDS aprovados pela Lei de Incentivo à Cultura - Murilo Mendes e gravações de trilhas de curta metragem.

Atualmente é integrante do duo de violoncelos: Duo Archi Cellos e do Trio Clan que é formado pela pianista Adriana Abid Mundim e o violinista Cleiton Ribeiro e é graduanda do curso de licenciatura em música com ênfase em violoncelo da Universidade Federal de São João del Rei com orientação da professora Isabele Alves Guimarães e Abel Moraes.

Maria Cecília Beraldo

Maria Cecília Beraldo é estudante de Engenharia de Produção na UFSJ desde 2015, foi integrante da empresa júnior multidisciplinar AgroBio entre 2015 e 2016, estuda violoncelo no conservatório Estadual de música Padre José Maria Xavier e aprende Alemão no Instituto Spix e Martius desde 2016. Maria é responsável pela diretoria de gestão da qualidade e busca a melhoria contínua do projeto aplicando os conhecimentos da sua graduação ao contexto da gestão e produção cultural.

Lucio Barreto de Almeida

Lúcio Barreto é professor de alemão há 10 anos e professor de música no conservatório desde 2015. Fundador do Instituto Spix e Martius em 2016, é o idealizador do projeto expedição musical que já promoveu o intercâmbio de mais de 60 músicos entre Brasil e Alemanha. É graduado em educação musical pela UFSJ tendo como objeto de pesquisa os instrumentos coletados pela expedição de Spix e Martius no Brasil entre 1817 1820. 

Lúcio é contrabaixista, violoncelista, integrante da orquestra Ribeiro Bastos e viveu durante 2 anos na Alemanha participando como tenor em diversos corais na cidade de colônia e região.