A MUSIK-Expedition na Alemanha: julho 2017

O início oficial da Expedição Musical promovido pelo Instituto Spix e Martius acontece em julho no Festival UNIMUS, em Koblenz, na Alemanha e de lá irá
prosseguir para outras cidades e eventos que terá a música barroca como destaque. O objetivo é enviar 13 participantes, entre eles estudantes de música do Conservatório Padre Maria José Xavier e da Universidade Federal de São João del-Rei, para realização de 7 concertos no festival e imersão na música alemã por quinze dias. Na Alemanha, a MUSIK-Expedition conta com o apoio da Universidade de Koblenz-Landau, do Christian Ernst Gymnasium, da Universidade de Erlangen-Nuremberg, Centro Universitário da Baviera para a América Latina (BAYLAT), do DAAD (Serviço de Intercâmbio Acadêmico Alemão) , dentre outros apoios institucionais.

Programação da Expedição na Alemanha Entre 1 e 15 de julho, a expedição são-joanense realiza 7 concertos nas cidades de Koblenz, Erlangen e Hochstadt. A expedição participa do festival de música UNIMUS da Universidade de Koblenz, além de concertos no Gymnasium de Música de Erlangen e na escola que leva o nome de Spix em Hochstadt , com uma orquestra de músicos brasileiros e alemães. A MUSIK-Expedition Alemanha se conclui com uma apresentação na inauguração da nova sede da BAYLAT e celebração dos 10 anos do Centro Universitário da Baviera para América Latina, na qual estarão presentes 250 convidados, dentre dezenas de embaixadores, pesquisadores, cientistas e reitores das Universidades da América Latina e Alemanha.


No repertório, composições de autores mineiros do século XVIII e XIX como Padre José Maria Xavier (São João del Rei), Manoel Dias de Oliveira (Tiradentes), Joaquim de Paula Souza (Prados) e outros. Além de música sacra, popular e folclórica brasileira, a Expedição abre caminho para o choro e a música instrumental contemporânea, contando com a participação especial do Guanduo, dupla de violonistas de Tiradentes que atualmente cursam mestrado em Dresden - Alemanha.

Veja a programação em detalhes abaixo: 

MUSIK-Expedition: Alemanha, julho 2017

Retrospectiva da Expedição Musical São-Joanense na Alemanha entre 2 e 14 de julho nas cidades de Koblenz, Colônia, Höchstadt an der Aisch, Erlangen, Nuremberg, Bamberg e Bubenreuth.

Recepção calorosa no festival de verão da Universidade de Koblenz-Landau

No dia 3 de julho, 14 são-joanenses desembarcaram em Frankfurt e de lá se dirijam para Koblenz. Os estudantes e professores do Conservatório Estadual de Música Pe. José Maria Xavier e da Universidade Federal de São João del-Rei coordenados pelo professor Dr. Modesto Fonseca e liderados pelo idealizador do Instituto Spix e Martius, Lucio Barreto, foram carinhosamente recebidos pelos estudantes alemães. A visita de 4 dias na Universidade de Koblenz contou com coordenação do anfitrião e professor Dr. Christian Jeub — diretor musical da Universidade de Música de Koblenz-Landau. O concerto da orquestra formada pelos músicos brasileiros e os estudantes de Koblenz apresentou a música barroca das Minas Gerais e a música popular brasileira na igreja de Santa Cruz, com Christian Jeub ao piano e regência do professor Modesto, encerrando o festival de verão UNIMUS 2017.

Apresentação de choro e musica popular brasileira no RU da Uni Koblenz.

Primeiro concerto da MUSIK-Expedition em solo alemão, em conjunto com alunos da UniKoblenz, encerrando a programação do festival de verão UNIMUS — celebrando a parceria entre a UFSJ e a Universidade de Koblenz-Landau

A MUSIK-Expedition promoveu também diversos passeios turístico-culturais e intervenções urbanas como por exemplo no Mensa (RU) da Universidade em Koblenz e nas ruas da cidade de Colônia. A Expedição percorreu ao todo cerca de 889 quilômetros em solo alemão.

Após 4 dias na cidade de Koblenz e 1 passeio de 220km de trem até a cidade de Colônia, a Expedição Musical viajou 331 km ao sul da Alemanha, em direção a escola Ritter Von Spix em Hochstadt — cidade natal de von Spix. Em uma escola que leva o nome do pesquisador e cavaleiro alemão, a MUSIK-Expedition realizou diversos recitais de música brasileira para os nossos anfitriões, mães, pais e alunos da escola, celebrando os 200 anos da Expedição pioneira dos alemães Spix e Martius no Brasil entre 1817 e 1820.

Recitais e concertos de música brasileira na Ritter von Spix Schule e no CEG Christian Ernst Gymnasium

De Höchstadt para Erlangen, a MUSIK-Expedition desembarcou no CEG Christian-Ernst-Gymnasium onde promoveu diversos recitais e uma oficina sobre ‘Ritmos Brasileiros’ que apresentou para cerca de 15 estudantes de música alemães ritmos como o xote, o baião e o ijexá. Os alunos puderam experimentar e tocar alguns instrumentos de percussão tradicionais do Brasil, conhecendo os ritmos brasileiros e suas origens.

Inserir Fotos da oficina aqui

A próspera cidade de Erlangen - onde nasceu a Siemens e o pesquisador von Martius — recebeu a Expedição Brasileira de braços abertos, tapete vermelho, com direito a bandeira do Brasil na recepção na estação ferroviária de Erlangen. Após uma breve e intensa passagem por Höchstadt, a MUSIK-Expedition voltou para Erlangen, onde passou a maior parte da segunda fase da viagem, sendo coordenada pelos amáveis anfitriões, Christian Stemmler, Manfred Hopfengärtner.

Concerto em conjunto com alunos do CEG na Kreuz+Quer ‘Haus der Kirche’ na cidade de Erlangen

Além dos concertos, recitais e oficinas a Expedição Musical fez diversos passeios na região da Francônia e em cidades Bavária. A Expedição percorreu ao todo cerca de 889 kilômetros em solo alemão, passando por 7 cidades: Koblenz, Colônia, Hochstadt, Erlangen, Nuremberg e Bamberg. Em um de seus muitos passeios, a MUSIK-Expedition passou pela cidade da lutheria, Bubenreuth, onde visitou o Museu da Lutheria e a oficina do mestre luthier Ghünter H. Lobe.

Inserir fotos do museu da lutheria e da casa do Lobe aqui.

A MUSIK-Expedition teve a honra de apresentar a música brasileira para um público de mais de 1200 pessoas em um magnífico concert hall em Erlangen, e integrar a orquestra de estudantes do CEG-Christian Ernst Gymnasium.

O Guanduo, formado por Juliano Câmara e Eduardo Pinheiro — um duo de violonistas de Tiradentes-MG, que atualmente residem em Dresden (Alemanha), onde cursam juntos o mestrado em Violão - somaram seus violões de 7 cordas e a música instrumental e autoral do Brasil à Expedição Musical 2017.

E a Expedição continuou…

Na quinta-feira, 13, os tripulantes da Expedição foram até a cidade de Nuremberg, onde participaram de uma visita guiada pelo cantor natural de São João del Rei, Emanuel Veloso, que apresentou-lhes a Ópera da cidade, onde trabalha desde 2012.

Inserir foto de todos no palco da Ópera

Em seu último evento na Alemanha, os músicos e estudantes da MUSIK-Expedition são-joanense participaram da inauguração da nova sede da BAYLAT e celebração dos 10 anos de sua fundação.

Inserir foto da intervenção na porta e de todos na varanda da BAYLAT aqui.

Vem aí a segunda fase da Expedição Musical 2017.

A MUSIK-Expedition Brasil (2a edição) acontece em São João del-Rei entre 16 de agosto e 09 de setembro recebendo a visita de mais de 30 alemães durante os 24 dias de festival, com oficinas, workshops, palestras, intervenções urbanas, visitas guiadas, passeios ecoculturais, recitais e concertos. Participe!